Quem sabe uma segunda graduação em Psicologia?

Estudante realizando atividade prática em segunda graduação em Psicologia

Você já pensou em voltar à faculdade? Que tal realizar uma segunda graduação em Psicologia? Repetir a jornada universitária costuma ser uma experiência bem diferente, uma vez que se encara com mais maturidade. Estar familiarizado com a rotina de estudos e seus desafios possibilitam um melhor aproveitamento do tempo e ampla obtenção de conhecimento. Uma maior bagagem de vida pressupõe também mais organização e foco nas aulas e tarefas.

Quando se opta por uma segunda graduação, a escolha geralmente é mais acertada. Sabe-se mais sobre si mesmo ao voltar ao universo acadêmico em uma área adequada para o seu perfil e aptidões, diferente da insegurança de quando é preciso escolher um curso logo após se formar no Ensino Médio.

Além disso, realizar uma segunda graduação muitas vezes tem como vantagem não ser necessário passar pelo desgastante vestibular. Na Psicologia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), o processo seletivo consiste em uma prova de redação e o acesso é garantido para portadores de título. Se a sua graduação inicial for em uma área da saúde, pode ser possível eliminar algumas disciplinas.

Ainda assim, é importante avaliar qual é o seu objetivo antes de tomar uma decisão. Está em busca de satisfação pessoal? Maior retorno financeiro? Quer agregar conhecimento? Será que vale a pena o investimento, tanto financeiro quanto em tempo e dedicação? A seguir, veja o que te aguarda ao avançar por uma segunda graduação em Psicologia:

Estudos sobre a saúde mental integram o curso de Psicologia

Rotina do curso

A graduação em Psicologia na UCPel ocorre em 10 semestres, ou seja, cinco anos. Primeiramente, é preciso identificar se a carga horária do curso vai se encaixar na sua rotina. As aulas são presenciais e transcorrem no turno da tarde, totalizando cerca de 4 mil horas. Além disso, é interessante reservar algumas horas para os estudos e, possivelmente, para a realização de estágios.

O curso de Psicologia na UCPel, primordialmente, oferece várias atividades práticas, inclusive desde o primeiro semestre. Entretanto, os atendimentos em contato direto com a comunidade são realizados a partir do terceiro ano, o que confere uma vivência completa da profissão ao atuar em locais como o Campus da Saúde, Hospital Universitário São Francisco de Paula, Caps Escola e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) gerenciadas pela UCPel.  

Um dos principais atrativos é que a Católica de Pelotas possui uma clínica própria voltada ao atendimento psicológico de usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Assim, o espaço conta com recepção, nove consultórios, três banheiros e três salas para o uso de acadêmicos e funcionários.   

Segunda graduação em Psicologia irá oferecer muitas atividades práticas

Vantagens de uma segunda graduação em Psicologia

Listamos alguns diferenciais da profissão que podem ser benéficos para quem escolher cursar Psicologia, incluindo avaliações referentes às possibilidades de emprego e retorno financeiro. Confira:

Mercado de trabalho

Diferente de algumas profissões, o mercado de trabalho para psicólogos não se encontra saturado. A demanda por profissionais formados na área segue frequente, assim como a valorização da atividade em âmbito social. A saúde mental nunca foi tão reconhecida e solicitada.

A titulação de Psicólogo oferece três ramos principais de atuação: saúde mental, educação e trabalhista. Desta forma, é possível atender em consultório, tornar-se um pesquisador e/ou professor da área, ou ainda trabalhar junto a empresas, centros de assistência social ou instituições de saúde.  

Variadas possibilidades de atuação

O mercado de trabalho para o profissional da Psicologia está cada vez mais plural. É possível, por exemplo, desempenhar atividades em clínicas, empresas, hospitais, organizações esportivas e sociais, centros de reabilitação, instituições educacionais e serviços públicos, além de ser autônomo e gerenciar um consultório próprio.

Pode atuar ainda de forma interdisciplinar com profissionais de outras áreas, como é o caso do Marketing, que constantemente consulta os profissionais da Psicologia para entender melhor o comportamento do consumidor. Outra tendência vem do departamento de Recursos Humanos das empresas e agências especializadas em recrutamento, que solicitam avaliações psicológicas de seus colaboradores.

Estabilidade na carreira

Obter uma segunda graduação em Psicologia pode possibilitar uma maior chance de estabilidade financeira. Os profissionais que atuam na área de Recursos Humanos de uma empresa ou forem aprovados em concursos públicos garantem um salário fixo creditado mensalmente em sua conta.

O valor gira em torno de R$ 3 mil para analista em recrutamento e seleção. Enquanto isso, um psicólogo concursado pode ter um salário que varia de R$ 2 mil, em prefeituras, até R$ 18 mil, em tribunais de justiça.

O psicólogo clínico que atua em consultório próprio não possui tanta estabilidade, pois depende do número mensal de atendimentos. Por outro lado, é o que apresenta maiores chances de progressão salarial ao longo da carreira. No caso de um profissional reconhecido, por exemplo, pode cobrar R$ 300,00 por consulta e atender uma média de oito pacientes diários, o que lhe concede R$ 2.400 por dia.

segunda graduação em Psicologia, Quem sabe uma segunda graduação em Psicologia?

Ficou interessado?

Uma segunda graduação em Psicologia é para você? Se a resposta é positiva, saiba tudo o que você precisa para cursar Psicologia na UCPel, a estrutura do curso, os desafios da profissão, as diferentes áreas de atuação do psicólogo, campos de estágio e o trabalho junto à área de gestão de pessoas.

A Universidade Católica pode ser ideal para a construção de seu projeto de vida. Confira aqui informações sobre o vestibular, reescolha, prova tradicional, ingresso com nota do Enem, prova de redação e extravestibular.

Quer estudar na UCPel?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2020 Blog da UCPel