Central de Informações
(53) 21288269

4 dicas para fazer um currículo perfeito

Dicas currículo

Um dos primeiros passos para entrar no mercado de trabalho é a elaboração de um currículo. Na hora de reunir estudos e experiências, algumas dúvidas podem surgir. Como, por exemplo, quais informações são relevantes para a vaga e a ordem em que devem ser apresentadas.

Se você não sabe como começar a organizar um currículo, fique tranquilo. Reunimos algumas dicas básicas para te ajudar a se destacar em uma seleção de emprego. Até porque, um currículo bem elaborado é um poderoso aliado e grande diferencial em um mercado de trabalho competitivo.

1. Quais dados um currículo deve conter?

Uma das dúvidas mais frequentes entre pessoas que estão organizando um currículo, é quais informações devem ser ressaltadas. Para começar, tenha em mente que o ideal é incluir dados que despertem o interesse do recrutador da área pretendida.

De acordo com a Supervisora de Gestão de Pessoas da UCPel, Aline Duarte, um currículo deve conter: dados pessoais, formação acadêmica, histórico profissional e últimos cursos realizados.

“É indispensável que seja claro, organizado e objetivo. Muito importante também citar o ano de conclusão da formação e os períodos de atuação nas empresas”, completa.

Alguns especialistas ainda sugerem que você inclua, abaixo dos dados pessoais, seu objetivo profissional. Descreva em uma ou duas frases a área e posição que deseja dentro da empresa. Lembre-se de aliar sua experiência com as necessidades da vaga em questão.

E as redes sociais? Essa é outra dúvida que costuma surgir na hora de elaborar um currículo. Porém, inclua apenas aquelas que você utiliza profissionalmente e que podem agregar nas suas experiências, como o LinkedIn. Nas demais, como Facebook, Twitter e Instagram, utilize o bom senso em postagens, pois é comum que recrutadores analisem o perfil online dos candidatos antes de uma seleção.

2. E qual linguagem devo utilizar?

Dicas currículo

Ao descrever suas experiências profissionais e acadêmicas seja conciso. Utilize linguagem simples, de fácil entendimento e fique atento à gramática. Revise a ortografia e concordância das frases e opte por palavras do seu vocabulário.

Seja prático e transmita a ideia de eficácia. São pequenos detalhes que ajudam na construção do seu perfil profissional e, por isso, merecem atenção.

3. Como devo apresentar as informações?

Você já deve ter percebido ao longo dos outros tópicos que menos é mais. Essa máxima não é diferente na hora do formato do currículo, ou seja, como organizar as informações no papel.

Portanto, se você não trabalha em uma área que exige currículos criativos e gráficos, como arquitetura e design, opte pelo modelo tradicional: papel branco em tamanho A4, margens fixas, fontes padrão (como Arial e Times New Roman) na cor preta e tamanho legível (12 ou 14). Tenha cuidado com o espaçamento das linhas e organize tudo em, no máximo, duas páginas.

“É interessante que possua foto, nos dados pessoais deve conter todas as formas de localizar este candidato, como telefone e e-mail, citar as últimas três ou quatro experiências e fazer um breve resumo das atribuições do cargo”, enfatiza Aline.

Liste sua formação acadêmica de forma a apresentar o último grau de escolaridade primeiro. Se você está na faculdade, por exemplo, inicie com Ensino Superior e, abaixo, cite Ensino Médio, etc. Neste tópico você ainda pode inserir cursos técnicos e pós-graduações (como especializações e MBAs), se for o caso.

Faça o mesmo com a experiência profissional. Coloque o nome da empresa, período de atuação, cargo e as principais atividades realizadas. Para quem tem pouca experiência profissional, cabe citar trabalhos voluntários e temporários.

Cursos de idiomas e/ou outros realizados recentemente também podem ser inseridos e agregar na hora da seleção. Cite-os abaixo da experiência profissional, mas tenha cuidado para apresentar apenas aqueles relevantes à vaga em questão.

4. Cuidados com o currículo

O currículo será a carta de apresentação à empresa que você deseja trabalhar. Por isso, procure destacar seus conhecimentos e habilidades de forma simples e precisa. Utilize os detalhes para apresentar seu diferencial. Até porque, de acordo com a Harvard Business Review, um recrutador leva cerca de sete segundos para ler um currículo.

Ao terminar, revise. E, se possível, peça para um conhecido também dar uma olhada. Assim você garante que nenhum item passou despercebido. Na hora de enviar, salve o arquivo em PDF para não desconfigurar e anexe ao e-mail.

“Ao enviar o currículo por e-mail, o candidato deve ser breve e específico. No assunto já sinalizar a área ou vaga de interesse e no corpo do e-mail fazer, no máximo em duas linhas, uma breve apresentação”, sugere Aline.

A UCPel elaborou um modelo de currículo para você acabar com qualquer dúvida que ainda tenha ficado. Baixe e esteja preparado para se destacar na sua próxima seleção de emprego. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2019 Blog da UCPel