Odontologia é a sua cara?

dentes em espiral

Odontologia é a sua cara? Se tonar um cirurgião dentista é o sonho de muitos estudantes em todo o Brasil. Por isso, os vestibulares para o curso costumam ser bem concorridos. Se você está considerando seguir essa carreira, leia o nosso artigo para ter certeza dessa escolha. Afinal, para ser um bom dentista é fundamental gostar de ter contato com as pessoas, além de outras coisinhas mais. Vamos lá?

O cirurgião dentista é um profissional da área da saúde responsável pelo tratamento das doenças do sistema mastigatório. Ele atua na prevenção, diagnóstico e tratamento de problemas relacionados aos dentes, maxilar e gengivas. A atividade pode ser executada tando em consultórios quanto em serviços de âmbito público.

1 – Gostar de cuidar das pessoas

Odontologia é a sua cara, Odontologia é a sua cara?

Em primeiro lugar, o futuro estudante, o estudante e o profissional devem ter em mente que a Odontologia é uma profissão humanista, portanto é preciso gostar de cuidar de outras pessoas. Em segundo lugar, ter paciência também é pré-requisito: cada cliente tem características particulares e o profissional precisa estar preparado para lidar com todos elas, e da melhor maneira possível.

Ser capaz de transmitir confiança e demonstrar empatia agregam pontos. Afinal, você vai atender idosos, crianças, pessoas com necessidades especiais, pessoas com pânico de dentistas, e será preciso encontrar o jeito certo para lidar com todas elas.

2 – Habilidades manuais e de concentração

Odontologia é a sua cara, Odontologia é a sua cara?

Ter habilidade manual é outra característica essencial de um bom dentista. Entretanto, é importante destacar que você não precisa necessariamente ter nascido com ela, pois ao longo da graduação existirão diversas disciplinas voltadas à técnica.  Basicamente, o trabalho do dentista depende da precisão do movimento das mãos todo o tempo, tanto no equipamento utilizado quanto nas manobras que executa dentro da boca do paciente. Perícia, aptidão, agilidade e rapidez são características importantes em um profissional.

Do mesmo modo, é importante desenvolver a capacidade de concentração. Quando se está lidando com saúde, é importante se desligar de problemas pessoais e manter o foco no paciente. Nesse sentido, qualquer movimento errado durante um atendimento pode acarretar sérias consequências.

Autoconfiança é outra característica desejável.  Ser responsável pela saúde das pessoas é assustador, mas a prática constante traz uma sensação de segurança para o profissional. Por meio dela, por exemplo, o dentista treina sua habilidade motora e pode trabalhar com cada vez mais precisão, evitando acidentes.

Tem uma frase do Papa Pio XXII, dita no anos de 1946 quando discursou para cirurgiões-dentistas, que define bem o perfil do profissional : “A Odontologia é uma profissão que exige, dos que a ela se dedicam, o senso estético de um artista, a destreza manual de um cirurgião, os conhecimentos científicos de um médico e a paciência de um monge”. 

3 – Buscar atualização constante

Pra ter certeza que Odontologia é a sua cara, é indispensável que você goste de estudar. Isso porque a área da saúde bucal é uma das que mais progridem na busca por tratamentos eficazes e avançados. Por exemplo, na ortodontia, softwares calculam com precisão a exata quantidade de força que o aparelho dentário precisa ter para a movimentação de cada dente, o que possibilita o ortodontista mapear o processo de tratamento passo a passo.

Já restaurações, próteses e implantes são alguns dos procedimentos odontológicos que mais se beneficiam com o uso da tecnologia 3D. Sistemas computadorizados ajudam na aplicação de anestésico praticamente indolor, sendo especialmente indicado para pacientes que têm fobia a agulhas. Todas essas novidades obrigam o dentista a estar constantemente atualizado.

4 – Rotina de estudos

O gosto pela busca de conhecimento na área deve começar na graduação. Organização e muito estudo tornará o acadêmico um bom profissional, avalia a estudante do curso de Odontologia da Universidade Católica de Pelotas (UCPel), Mayara Blotta.

É importante que o aluno mantenha uma rotina de estudos para que assim não deixe de fazer outras atividades de lazer, além de não acumular conteúdo.

Para contribuir com os estudantes de odontologia, Mayara criou o perfil @odonto.esquemas, que já possui mais de 5 mil seguidores no Instagram. No perfil, diariamente, diversas dicas como esta são postadas:

Odontologia é a sua cara, Odontologia é a sua cara?

Mayara ainda gravou um vídeo com algumas dicas essenciais para quem tá pensando em cursar Odontologia.

5 – Fazer uma especialização

Um bom conhecimento em clínica geral é extremamente importante para o cirurgião dentista. Da mesma forma, a especialização te ajudará a se destacar em meio a concorrência. Mas, antes de tudo, é importante que essa escolha leve em consideração as áreas que você tem mais afinidade e cujas funções você realizaria com mais prazer.

Conhecer o mercado também é importante para a escolha. Áreas que estão em alta atualmente em todo o Brasil são a implantodontia, odontopediatria, cirurgia e traumatologia buco-maxilo-faciais, ortodontia e odontologia estética.

Além dessas, o profissional de odontologia ainda pode atuar como: clínica geral, dentística restauradora, estomatologia, odontogeriatria, odontologia legal, odontologia para pacientes especiais, odontologia em saúde coletiva, odontologia do trabalho, patologia bucal, periodontia, prótese dentária e radiologia.

6 – Possibilidades de carreira

Será que vale mais a pena trabalhar em clínicas ou abrir o consultório próprio? Depende, pois existem vantagens e desvantagens nas duas opções. Para aqueles com perfil mais empreendedor e com possibilidade de investimentos financeiro já no início da carreira, abrir o próprio consultório pode ser a decisão mais acertada.

Recém formados sem a possibilidade de montar o próprio consultório têm como alternativa atuar em clínicas. Essa pode ser uma boa decisão, visto que proporciona a fidelização de clientes, mais tempo livre para investir em uma especialização, a convivência com outros profissionais gerando ainda mais aprendizado.

Outras áreas possíveis de atuação são em hospitais particulares; setor público (hospitais, unidades básicas de saúde, unidades de pronto atendimento, programa saúde da família); universidades (como professor e pesquisador – após cursar mestrado e doutorado), empresas e escolas (com programas voltados à prevenção de saúde bucal).

7 – Fazer Odontologia na UCPel

A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) oferece o curso de Odontologia em seu Vestibular. A graduação da instituição possui conceito 5 (nota máxima) dada pelo Ministério da Educação (MEC), devido sua estrutura física, proposta de currículo e qualificação de seus professores.

Um dos destaques da graduação oferecida pela UCPel se deve pelo seu currículo, em que mais de 50% de toda a carga horária ocorre dentro do consultório. Outro ponto positivo é na relação aluno e a comunidade. Na medida em que começam a trocar experiências e vivenciar cotidianos diferentes, ambos saem ganhando, visto que o aluno aprende atendendo as pessoas que precisam.

8 – Odontologia é a sua cara?

Odontologia é a sua cara, Odontologia é a sua cara?

Se a resposta é simmm, te joga e vem estudar na UCPel. Agora, se ainda restam dúvidas, preparamos um super guia pra você! Baixe o nosso e-book gratuitamente e fique sabendo de algumas curiosidades, conheça a experiência de estudantes e aproveite para tirar dúvidas sobre mercado e oportunidades durante a graduação.

2 comentários em “Odontologia é a sua cara?

    1. Que legal Fernando! Ficamos felizes com o teu feedback positivo. A nossa intenção é ajudar na escolha desse momento difícil para a maioria das pessoas.
      Aproveito pra te convidar a seguir a UCPel nas redes sociais. Lá também publicamos muita coisa bacana!

      Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2020 Blog da UCPel