Iniciação científica: porta de entrada à carreira acadêmica

Iniciação científica, Iniciação científica: porta de entrada à carreira acadêmica

Quem nunca se fez a seguinte pergunta: “Será que não seria uma boa ideia seguir uma carreira acadêmica?”. Esse questionamento com certeza esteve presente na mente de muitos, se não todos, os alunos durante o período da graduação. Muitos deles a fizeram e logo descartaram. Outros a mantiveram dentro de si por mais tempo, enquanto alguns de fato foram atrás de experiências para responder a essa pergunta. Bem, através da Iniciação Científica é possível obter tal resposta. E, assim, quem sabe, até descobrir uma paixão escondida na pesquisa acadêmica.

A iniciação científica é a porta de entrada dos acadêmicos a pesquisa científica durante a graduação. É aquela experiência que pode ser fundamental para seguir carreira relacionada à pesquisa científica, seja como professor universitário ou pesquisador em alguma instituição de pesquisa.

Iniciação científica, Iniciação científica: porta de entrada à carreira acadêmica

É normal que existam muitas dúvidas sobre o que exatamente se faz em uma iniciação científica. Bom, para começar, os bolsistas de iniciação trabalham diretamente com pesquisas dentro da sua área de graduação, seguindo o plano de estudos desenvolvido em conjunto com o professor orientador. Eles ainda apresentam os resultados de sua pesquisa em artigos científicos e trabalhos em eventos.

Os acadêmicos também têm a oportunidade e a HONRA de apresentar seus trabalhos no Salão Universitário da UCPel. Outra questão interessante é que é comum a realização do trabalho ser feita em grupo formado pelo professor orientador, mestrandos, doutorandos e também outros professores colaboradores. É uma experiência que permite ao acadêmico ter contato direto com pesquisas, conhecer e criar laços com novos profissionais e contribuir cientificamente para a sua área de atuação.

Iniciação científica, Iniciação científica: porta de entrada à carreira acadêmica

Como faço para entrar na iniciação científica?

“Beleza, já entendi o que é e para que serve. Mas agora, como faço para ingressar?” Bom, o ingresso na iniciação científica acontece através de processo seletivo, que dá bolsas aos alunos. Eles ocorrem através de três editais, com base no órgão que financia a bolsa: um do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico), FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul) e um com bolsas de recursos próprios da UCPel.

O critério de seleção dos alunos é por nota. Em termos populares, quem tem o melhor desempenho acadêmico, entra na vaga. A divulgação dos selecionados é sempre feita através do e-mail institucional. Por isso tem que ficar LIGADO pra não deixar essa oportunidade passar né!

Mas relaxa que ainda existem outras formas de ingresso. Além desses processos seletivos, cada professor do programa de pós-graduação tem direito a uma cota. Além do mais, caso o aluno escolhido pelo edital seja desligado da bolsa por qualquer que seja o motivo, um novo substituto será escolhido, à critério do responsável por aquela bolsa. Então ta aí mais oportunidades de conseguir sua sonhada bolsa: tem que colar no professor!

Iniciação científica, Iniciação científica: porta de entrada à carreira acadêmica

Relatos de Experiência

Nada melhor que duas acadêmicas da pesquisa para falar sobre a importância da iniciação científica. Camila Porto, estudante do 9º semestre de Psicologia, encarou o desafio logo de cara por almejar ter todas as vivências oferecidas pela Universidade. E não se arrependeu nem um pouco da escolha.

“A pesquisa agrega em vários pontos. Desde conhecimento científico, como é a prática de uma pesquisa, correr atrás, avaliar. Entender os dados. Até a vivência com os colegas. É uma equipe grande e cada um tem uma função diferente. Tem que saber lidar e entender que são dinâmicas diferentes”, disse.

Giovanna Guimarães, mestranda no Programa de Pós-Graduação em Saúde e Comportamento (PPGSC), se sente grata pela escolha de começar na iniciação científica e hoje poder contribuir para uma área que, em sua visão, ainda não é tão valorizada no Brasil. “É através da iniciação que a gente consegue entender o que e ser um pesquisador. Eu tinha ideia do pesquisador do exterior, dos filmes”, comentou.

Se não fosse pela iniciação, talvez Camila, Giovana e muitos outros acadêmicos sequer soubessem o quanto iriam gostar de atuar na área. Por isso não deixe a dúvida consumir você! Encare esse desafio com todas as forças e talvez você se depare com uma longa carreira de conquistas pela frente. Afinal, você que é aluno da Católica está no lugar certo! A UCPel se orgulha em ser considerada referência na área de pesquisa aqui da região, como podemos conferir no conteúdo do Ranking Universitário.

Os editais das bolsas saem nos meses de junho e julho, portanto fique atento, mantenha-se em contato com os professores. Boa sorte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2020 Blog da UCPel