Central de Informações
(53) 21288269

Mercado de trabalho: conheça os diferenciais que fazem um bom arquiteto

Pensando em qual profissão escolher ou então querendo mudar de área e se aventurar em novos desafios profissionais? O mercado de trabalho apresenta constantes mudanças e cada vez está mais exigente. Tendo esse cenário em vista, quem opta por fazer um curso de graduação precisa analisar com cautela qual ramo seguir, assim como precisa também buscar uma universidade que ofereça estrutura e condições diferenciadas para se tornar um profissional referência.

 

mulher sentada em um escritório comemorando

 

A UCPel, pensando em como preparar alunos com excelência para o mercado de trabalho, possui as aulas práticas e os projetos de extensão como principais pontos a serem destacados nos cursos de graduação. Para ajudar os vestibulandos na escolha da carreira e ainda mostrar um pouco mais da UCPel para esses estudantes, entrevistamos egressos da Universidade que possuem nomes relevantes no mercado pelotense. Nesse primeiro post vamos te mostrar os diferenciais que fazem um bom arquiteto.

Se você se interessou pelos diferenciais da Universidade, conheça todos os cursos disponíveis.

Projetar e construir

Começamos com o curso de Arquitetura e Urbanismo, um dos mais tradicionais da Instituição.  Ao todo, a graduação conta com 10 semestres de aprendizado e uma ampla área de atuação. O acadêmico que optar por esse curso poderá atuar em planejamento e projetos, direção ou execução de obras, além de perícia e avaliação de edificações. Similarmente, estão também entre as opções de atuação de um arquiteto:

  • Preservação e reabilitação do patrimônio ambiental urbano;
  • Arquitetura paisagística e de interiores;
  • Urbanismo;
  • Orientação técnica;
  • Planejamento físico, urbano e regional;
  • Tecnologia das construções.

Seguindo essa lógica de possíveis áreas de atuação, os egressos Letícia Arruda e Alexandre Rodrigues – formados em 2004/2 e 2005/2, respectivamente – escolheram a UCPel como instituição de ensino. Eles contam em entrevista um pouco da sua passagem pela Universidade e o que mais marcou essa experiência, confira:


 
Como pode ser visto, para os egressos o grande diferencial do curso é o corpo docente da Arquitetura e Urbanismo. A base curricular da graduação possui inúmeras disciplinas práticas e os professores dispõem da vivência de mercado, trazendo para as lições vistas em sala de aula uma perspectiva diferenciada e não apenas teórica.

Outro ponto destacado pelos arquitetos é a estrutura. Além do espaço de prática conhecido como Maquetaria, que é citado pelo egresso no vídeo, a UCPel possui outros sete laboratórios utilizados pelos acadêmicos nas aulas, sendo eles:

  • Laboratório de Instalações Elétricas
  • Laboratório de Geotecnia
  • Laboratório de Topografia
  • Laboratório de Tecnologia das Construções
  • Laboratório de Instalações Hidrossanitárias
  • Laboratório de Computação Gráfica
  • Laboratório de Resistência dos Materiais

A bagagem da experiência de mercado

Entretanto, além de cursar 5 anos de graduação, o que é preciso fazer para ser um bom arquiteto? Tanto Alexandre quanto a Letícia trazem dicas de como se destacar na área de atuação baseadas nas experiências que tiveram.

De acordo com Letícia,  a experiência prática adquirida em obras é um grande diferencial. Ela acredita que a noção do trabalho de construção permite ao arquiteto projetar algo e analisar a viabilidade do que está sendo montado. Além disso, Letícia atenta que é preciso entender o que o cliente deseja antes de projetar, e as entrevistas com quem contrata o serviço precisam ser eficientes. Ela utiliza neste processo o plano de necessidade, em que busca avaliar as reais necessidades e expectativas da pessoa.

Dessa maneira, Letícia explica como conduz a entrevista:


Já para Alexandre, o maior desafio de um arquiteto é se reinventar diante das necessidades dos seus clientes. “A arquitetura para mim é a construção de soluções e isso faz com que a todo momento tenha que estudar soluções inusitadas”, afirma o arquiteto.  Confira no vídeo:


 

Conheça mais da trajetória dos egressos

“O que faz um arquiteto é o nome”, enfatiza Letícia ao relatar que em 15 anos de profissão acredita esse ser o melhor conselho que poderia dar aos que ingressam na graduação de Arquitetura e Urbanismo. “Atuei durante muitos anos em lojas, inclusive fora de Pelotas, para criar contatos e ser conhecida no mercado antes de abrir o meu próprio escritório”, conta a arquiteta que ainda relata usufruir do networking estabelecido em seus primeiros anos de formada.

Semelhantemente, Alexandre possui o negócio próprio há 8 anos. Em suma, suas experiências de mercado começaram ainda durante a graduação decorrente da relação que tinha com os professores, confira:


 

Segundo Alexandre, ele iniciou na empresa como estagiário, virou arquiteto e depois sócio do escritório. Em um segundo momento, visto que a empresa em que era sócio seguiu novos caminhos, ele optou por empreender e desenvolveu o Feel Studio em parceria com outros dois sócios.

Pelotas vive uma nova fase quanto a arquitetura local

A cidade é amplamente conhecida por sua arquitetura histórica, casarões ricos em detalhes que conservam à origem de Pelotas.  Certamente, quem entrar na graduação de Arquitetura e Urbanismo irá em algum momento se aprofundar na história desses prédios. Porém, tanto Letícia quanto Alexandre observam um novo momento no município devido a chegada de condomínios na região.

Esse novo momento vivenciado pela cidade possibilitará o acadêmico conciliar a arquitetura tradicional com os desafios da arquitetura moderna. Em conclusão, eles acreditam que a criação desse tipo de moradia será o principal cenário encontrado por quem entrar na universidade agora.

 

E aí, já sabe o que é preciso para ser um bom arquiteto? Além da dedicação e esforço, cursar Arquitetura e Urbanismo na UCPel pode ser um diferencial na sua formação.

 

Quer estudar na UCPel?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Copyright 2019 Blog da UCPel